Quando a gigante das apostas esportivas Betsson divulgou pela primeira vez sua intenção de comprar 75% de participação da casa de apostas de corrida brasileira Suaposta, o CEO Andre Gelfi e o sócio Fernando Correa mostraram ceticismo.

Betsson Aposta no Brasil em Acordo com Suaposta

Manuela Ferreira - 05-03-2020

Betsson fecha acordo no BrasilQuando a gigante das apostas esportivas Betsson divulgou pela primeira vez sua intenção de comprar 75% de participação da casa de apostas de corrida brasileira Suaposta, o CEO Andre Gelfi e o sócio Fernando Correa mostraram ceticismo — e até hesitação — em vender as participações da empresa a uma operadora de cassino e empresa estrangeira.

Mas desde o anúncio inicial, em dezembro de 2019, Gelfi mudou totalmente de opinião, dizendo que, caso o Brasil legalize completamente as apostas esportivas no país este ano, a Betsson, refinanciada, terá obtido uma posição excelente nos mercados locais. E a expectativa é que o governo realmente mantenha seu cronograma e prossiga com a legalização, apesar da atual onda de incertezas com relação ao futuro das apostas esportivas no país.

Juntas, Elas São uma Potência

Segundo Gelfi, o que a Suaposta mais precisa é um parceiro capaz de complementar suas operações, proporcionando capacidade e expertise. Mas estar alinhado em termos de estratégia e visão com qualquer parceiro futuro também foi de suma importância. De muitas maneiras, disse Gelfi, permitir a participação da Betsson foi uma aposta na sustentabilidade e no crescimento do grupo no Brasil considerando projetos de longo prazo.

Essencialmente, permitir que a Betsson sancione a participação proposta significa a união de um parceiro com capacidade financeira e conhecimento da indústria de cassinos on-line, tecnologias de apostas on-line e produtos com um parceiro local que conta com licença para operar, além de conhecimento local, métodos de pagamento locais com moedas locais e acesso e conhecimento da mídia e das políticas de publicidade locais.

Fé no Processo

O investimento e a participação da Betsson na Suaposta significam que Gelfi e Correa serão executivos essenciais nas empreitadas da companhia na América Latina. Gelfi confirmou que está acompanhando a agência reguladora de jogos lotéricos, a SECAP, aguardando quaisquer mudanças futuras na regulação atual.

Há mudanças iminentes na estrutura de gestão da SECAP, mas Gelfi parece não se preocupar com elas, mesmo que essas mudanças possam atrasar a concessão de algumas licenças no mercado. A mudança para um regime de concessões está se mostrando uma grande dor de cabeça e preocupação para muitas das operadoras que buscam envolver investimento estrangeiro. Mas Gelfi continua convencido de que ainda há espaço para a Suaposta refinar sua proposta. Sua convicção é de que a continuidade continuará em vigor, apesar da decisão da Secretaria do Tesouro Nacional de que a SECAP deve revisar e reavaliar completamente suas políticas atuais de licenciamento para permitir supervisão e controle mais próximos e mais eficazes sobre as licenças de cassino emitidas.

Copyright © 2020 www.cassinosparaobrasil.com.br